14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Paralisação

Para reivindicar lei do piso, agentes de saúde protestam amanhã em Dourados

A- A+

Cerca de 289 agentes comunitários e 89 agentes de endemias prometem entrar em greve amanhã, os agentes vão cruzar os braços e prometem fazer muito barulho em frente ao Centro Administrativo da prefeitura de Dourados.

O ato está programado às 7h, devem chegar em caravana e permanecer o dia todo. Eles têm como objetivo de debater amplamente a regulamentação da profissão, a definição do piso salarial nacional e o plano de carreiras.

A presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários, Silvia Salgueiro, diz que a categoria reivindica a implantação da lei federal 12.994 de 17 de junho de 2014, que prevê piso salarial de R$ 1.014 e plano cargos e carreiras para todos os agentes. Atualmente o salário é de R$ 912 e os servidores não tem nenhum plano de carreira.

“Já tivemos reunião com as secretarias de administração e a procuradoria jurídica da prefeitura, mas até agora não deram nenhuma posição sobre o cumprimento da lei federal”, diz a representante dos agentes.

Dos 358 agentes, 116 são concursados e o restante efetivados. De acordo com Silvia, a lei federal dá garantia a esses efetivos que ingressaram na prefeitura antes de 2001 e não são reconhecidos pela administração municipal como servidores concursados.

Protesto

De acordo com o Dourados Agora, a paralisação em frente à prefeitura será somente amanhã e segundo a categoria os agentes estarão trajados de camiseta preta e irão portar faixas e cartazes. Um carro de som acompanha os manifestantes no protesto, que devem contar com o apoio de outros sindicatos de Dourados.