25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

RIO PARAGUAI MIRIM

PMA autua fazendeira por degradação de matas ciliares do rio

A- A+

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais de Corumbá realizava fiscalização fluvial no Rio Paraguai Mirim, no município e verificou em uma fazenda a derrubada da vegetação dentro da área protegida de preservação permanente (APP) de matas ciliares do rio.

A proprietária da fazenda executara o desmatamento sem autorização ambiental. No local da derrubada da vegetação havia vestígio de incêndio, porém, a autora afirmou que o fogo penetrou na área e que ela não teria feito uso do fogo no local.

A PMA interditou as atividades e a fazendeira (43) foi autuada administrativamente e multada em R$ 5.000,00 pelo desmatamento de área protegida ilegalmente. Ela também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenada, poderá pegar pena de detenção de um a três anos.

A autuada foi notificada a realizar um Plano de Recuperação de Áreas Degradadas e Alteradas (PRADA), junto ao órgão ambiental.