22 de junho de 2021
Campo Grande 28º 16º

Saúde aponta dois casos de febre chikungunya em Dourados

A- A+

Relatório apresentado nesta semana pela Secretaria de Estado de Saúde mostra que foram registrados dois casos suspeitos de febre chikungunya em Dourados. A doença é semelhante a dengue. Segundo os dados divulgados, em todo o Estado existem atualmente 19 casos suspeitos da doença aguardando resultado. Esta semana um caso foi confirmado pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) em Campo Grande, o fato refere-se a um homem de 35 anos.

300x300x4-546cd93da1f485b3c6b11fc037a1b9071bf196058cde7

De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Dourados os casos suspeitos no município são relacionados a um homem de 23 anos de idade e uma mulher de 30.

O rapaz é morador do Jardim Maracanã e afirmou ter feito uma visita ao país vizinho, Paraguai, recentemente. Já a mulher, moradora no Jardim Piratininga, disse não ter feito nenhuma viagem nos últimos meses.

Nos dois casos os sintomas relatados são semelhantes aos da dengue como dor de cabeça, febre e vômito, porém com a dor nas articulações em demasia, o que segundo o gerente do núcleo de controle de epidemia de Dourados, Devanildo de Souza, gerou a preocupação da possibilidade de ser a nova doença.

“É difícil diferenciar as duas doenças, mas estamos atentos e sempre que houver artralgia - dor articular- em excesso, vamos buscar um diagnóstico pois isso é característico da chikungunya e chega a impedir a realização de movimentos simples do dia a dia”, ressaltou Souza.

Os dois pacientes estão recebendo cuidados em casa. O homem chegou a ficar internado por um dia no Hospital da Vida e depois foi liberado.

Os dois exames para a comprovação da chikungunya foram solicitados no dia 4 de novembro, segundo o CCZ, e o resultado deve sair no início do mês de dezembro.

Dourados News