14 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

Coronel Sapucaia

Sem PF, região de conflito pode ter intervenção de Força Nacional

Os deputados estaduais que integram a bancada do PT na Assembleia Legislativa irão solicitar ao governo estadual a intervenção de agentes da Força Nacional na área onde ocorreu conflito entre indígenas e fazendeiros esta semana.

De acordo com o deputado Pedro Kemp (PT), apenas o governo do Estado  pode requisitar a medida emergencial. “A Polícia Federal tem se recusado a ir ao local. Por isso, pedimos ao Estado que solicite ao Governo Federal a presença da Força Nacional, para evitar confrontos e evitar a violência entre os produtores rurais e a comunidade indígena”, explicou Kemp. Na avaliação de João Grandão, o fato de a polícia evitar se envolver no caso, pode acentuar ainda mais a desavença na região. “Nossa preocupação é a segurança das pessoas. É preciso proteger os seres humanos para que o pior não aconteça”, disse.

Sem PF

Conforme o coordenador regional da Fundação Nacional do Índio (Funai) de Ponta Porã, Elder Ribas, a Polícia Federal não foi à sede da fazenda Madama realizar perícia na tarde de terça-feira (2) conforme prometido.

Segundo o representante da Funai, o indígenas Guarani Kaiowá teriam sido perseguidos e atacados a tiros por proprietários e funcionários da fazenda, durante tentativa de retomada da sede, em Coronel Sapucaia – distante 395 quilômetros de Capital , no domingo (31). De acordo com o coordenador, funcionários da Funai preferiram não ir à fazenda sem escolta policial por medo de represálias dos índios.