02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Sidrolândia: vereadores colhem assinaturas e ouvem moradores sobre mudanças na BR-060

A- A+
rn170750_0 Familiares e amigos de pessoas falecidas em acidentes na BR-060, trancaram a rodovia próximo a Nioaque, na região da Serra de Maracaju. O local escolhido da paralisação foi nas imediações de onde ocorreram nos dias 25 e 26 de abril dois acidentes com vítimas fatais. Sensibilizados com a causa, vereadores de Sidrolândia compareceram na manifestação entre os km 500 e 515, com o intuito de colher assinaturas que serão levadas ao superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT). “É um número considerável de mortes que poderiam ser evitadas com providências como alterações na pista, maior sinalização e instalação de radares, por exemplo. Vidas seriam preservadas e por isso estamos colhendo assinaturas que incentivem o governo federal a investir nessas melhorias”, defende Edno Ribas (PDT), que esteve no local com os vereadores Waldemar Acosta (PDT), Vilma Felini (PSDB) e Cledinaldo Cotocio (PP). A paralisação, que reuniu pelo menos 200 pessoas, trancou os dois lados da pista liberava a passagem dos carros com alternâncias de uma hora. Populares fizeram questão de expor as reivindicações aos motoristas, solicitando assim apoio por uma maior segurança na rodovia, especialmente no trecho entre Sidrolândia, Nioaque e Maracaju. Uma diligência com os mesmos vereadores e provavelmente o presidente da Câmara Municipal, Ilson Peres, deve se reunir nos próximos dias com o superintendente do DNIT em Mato Grosso do Sul, Carlos Antônio Marcos Pascoal. Na pauta os pedidos de medidas de segurança discutidos também serão de outras áreas como na entrada do Bolicho Seco, entrada do Capão Seco e instalação de uma rotatória em frente à fábrica da Tip Top. Região News