22 de outubro de 2021
Campo Grande 32º 17º

Bonito

Vereador retorna à Câmara por medida cautelar

A- A+

O vereador de Bonito, Reginaldo dos Reis Nunes Rocha (PMDB), conseguiu retornar ao cargo após ficar afastado por ter seu mandato cassado sobre a acusação de concussão, quando um servidor público pratica extorsão, no final de 2013. Na última sexta-feira (1) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolveu anular as provas que embasavam a ação.

O parlamentar volta ao cargo por meio de medida cautelar até o  Tribunal Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) realizar outro julgamento.

Em setembro de 2012 Nandinho foi por estar exigindo propina de vereadores e ex-parlamentares da legislatura 2004/2008 para liberação da diferença salarial de R$ 49 mil reais que eles tem direito. Na época ele disse que não havia provas que configurassem o abuso de autoridade, ele também negou qualquer ingerência no ressarcimento dos valores aos vereadores.