19 de setembro de 2021
Campo Grande 38º 25º

RIBAS DO RIO PARDO

"Vou te matar, vagabunda. Você vai morrer", diz homem para forçar mulher a reatar relacionamento

Suspeito teria ameaçado matar também os filhos da mulher

A- A+

A polícia de Ribas do Rio Pardo (MS) prendeu nesta quinta-feira (25.mar) em flagrante um homem armado de 51 anos que ameaçou a ex-esposa, por não aceitar o término de um relacionamento de 2 anos e 6 meses que tinha com ela. “Vou te matar, vagabunda. Você vai morrer. Não quer conversar numa boa? Você fez a escolha. Vá se fuder”, disse em áudio o suspeito, que foi preso também pelos crimes de ameaça e injúria.

Segundo apurado, o suspeito disse, ainda, que mataria os filhos da vítima.

Em razão dessas ameaças, a vítima chegou a registrar boletim de ocorrência no dia 23/03/2021 junto à Delegacia da Mulher em Campo Grande.

Mesmo após o registro do B.O., o suspeito continuou ligando para a vítima por diversas vezes, seja lhe perturbando, seja lhe proferindo ameaças e injúrias.

Em um áudio em 24/03/2021, com 17 minutos e 16 segundos, o suspeito disse, em resumo, para a vítima tomar cuidado, pois seria questão de tempo para ela morrer. No áudio, ele confessa a posse de arma de fogo.

Logo após o recebimento de mensagens e ligações com conteúdo ameaçador e injurioso, a vítima acionou a Polícia Civil de Ribas e contou todo o ocorrido.

Imediatamente, um Investigador do S.I.G. efetuou diligências e conseguiu localizar o agressor na Avenida Aureliano Moura Brandão, que recebeu voz de prisão.

O homem, na ocasião, confessou os crimes. Na sequência, o Delegado chegou ao local para dar apoio ao Investigador e entrevistou o suspeito, indagando-lhe a respeito de eventual arma de fogo que estava portando, pois nos áudios ele afirma, diversas vezes, ser proprietário de uma carabina. Depois da indagação feita pela Autoridade Policial, o suspeito confessou a posse da arma. Ele acompanhou os policiais civis até sua residência, onde mostrou o esconderijo do armamento carabina de calibre .38 com 0 munições intactas.

O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia e está preso à disposição da Justiça.

,