19 de junho de 2021
Campo Grande 27º 14º

Alckmin reassume em São Paulo de olho em Brasília em 2018

A- A+

O tucano Geraldo Alckmin assume seu segundo mandato, nesta quinta-feira, em São Paulo, mas seus olhos já estão voltados para Brasília.

Depois de ter sido reeleito em primeiro turno, ele se tornou o nome do PSDB que desponta como o mais provável candidato para enfrentar o PT, daqui a quatro anos.

A construção política de Alckmin envolve partidos que já foram da base aliada federal, como o PSB, e outros que ainda orbitam em torno do dela, como o PRB.

Em 2018, após 24 anos de poder do PSDB em São Paulo, Alckmin provavelmente tentará atrair o PSB para sua aliança, cedendo o governo paulista para o vice Márcio França. Antes disso, em 2016, não estará descartada uma aliança tácita com Celso Russomano, do PRB, caso ele se mostre o nome mais viável da oposição para enfrentar Fernando Haddad na capital paulista.

Aliados próximos a Alckmin apostam que, após 16 anos de poder, o petismo estará desgastado, mesmo que o candidato seja o ex-presidente Lula.

Para chegar com força em 2018, no entanto, Alckmin terá antes que superar dois grandes desafios: a crise de abastecimento de água que ainda ronda São Paulo e a escalada da violência – neste ano, o número de roubos foi recorde no Estado.

Brasil 247