16 de abril de 2021
Campo Grande 32º 20º

JUSTIÇA

Condenado à perpétua aos 15 anos, homem é inocentado após 68 anos preso

Em 2020 seu advogado conseguiu provar inconstitucionalidade na condenação

Joe Ligon, de 83 anos, foi liberado de um estabelecimento prisional da Pensilvânia, nos EUA, depois de quase sete décadas atrás das grades, após ser preso aos 15 anos de idade, em 1953, onde deveria segundo a sentença, ter ficado até sua morte, porém, em 2020 seu advogado conseguiu provar inconstitucionalidade na condenação de seu cliente e conseguiu sua liberação. 

Suspeito de uma onda de assaltos e esfaqueamentos na Filadélfia, junto com outros quatro adolescentes, que causaram ferimentos em seis pessoas e a morte a duas. Na época, o jovem confessou envolvimento à Justiça, porém agora seu advogado garantiu que o seu cliente não matou ninguém.

O idoso já saiu da prisão e está agora sendo acompanhado para ser reintegrado na sociedade.

*Com informações da CNN.