19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

SÍMBOLO DE LUTA

Estado americano pagará R$ 150 milhões de indenização à família de George Floyd

Conselho Municipal de Minneapolis votou a favor do pagamento recorde de US $ 27 milhões para resolver um processo por homicídio culposo relacionado ao assassinato em 25 de maio enquanto estava sob custódia policial

A cidade de Mineápolis, nos Estados Unidos, anunciou nesta sexta-feira (12) ter chegado a um acordo na justiça pela morte de George Floyd. Ao menos US$ 27 milhões (cerca de R$ 150 milhões) serão destinados à família do ex-segurança negro.

A família de Floyd deu entrada – ainda em julho do ano passado – em um processo na justiça federal americana contra a cidade e quatro policiais do município. Eles são acusados pelo uso excessivo de força e violação dos direitos constitucionais.

"O acordo não é apenas histórico por causa dos US$ 27 milhões pagos, mas pelo impacto nas políticas de justiça social e nas reformas na Polícia", disse Benjamin Crump, advogado da família, em entrevista coletiva.

O acordo desta sexta inclui a doação de US$ 500 mil – em nome da família de Floyd – para a comunidade que ocupa uma área no centro da cidade que ficou conhecida como George Floyd Square, próxima ao local de morte do ex-segurança.

A presidente do conselho, Lisa Bender, ofereceu suas condolências à família de Floyd após a votação.

“Nenhuma quantia em dinheiro pode suprir a dor intensa ou o trauma causado por esta morte à família de George Floyd ou às pessoas de nossa cidade”, disse ela. “Minneapolis mudou fundamentalmente nesta época de avaliação racial e este conselho municipal está unido no trabalho em conjunto com nossa comunidade e a família Floyd para remodelar de forma equitativa nossa cidade de Minneapolis.”