19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

INTERNACIONAL

Ex-jogador da NFL mata médico, 3 adultos e 2 crianças e depois comete suicídio

Adams teria atirado primeiro nos dois trabalhadores de ar condicionado que estavam fora da casa, depois entrou e matou o médico e a família no interior da casa

O ex-jogador da NFL Phillip Adams, de 33 anos, foi até a casa do médico Robert Lesslie, de 70 anos, matou o profissional de saúde, a esposa de Lesslie, Barbara, de 69 anos, e os netos do médico, Adah Lesslie, de 9 anos, e Noah Lesslie, de 5 anos. Logo depois, o jogador cometeu suicídio. Os assassinatos ocorreram ontem (7.abril) em Rock Hill, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.  

Segundo o xerife da Comarca de York, Kevin Tolson, James Lewis, de 38 anos, técnico de ar condicionado da GSM Services of Gastonia, NC, foi morto a tiros. Robert Shook, outro técnico, ficou ferido e continua em estado grave.  

Tolson disse que uma arma calibre 45 e uma arma de 9 mm foram usadas no tiroteio de quarta-feira. Sobre a motivação do crime o investigador disse em coletiva de imprensa hoje (8.abril). “Não há nada agora que faça sentido para qualquer um de nós”.  

Adams teria atirado primeiro nos dois trabalhadores de ar condicionado que estavam fora da casa, depois entrou e matou o médico e a família no interior da casa. Na sequência o ex-jogador foi para a casa de sua família em Marshall Road, onde morreu por suicídio por volta das mei-noite, com um disparo na cabeça, quando a polícia cercou a casa. 

Os pais do ex-jogador não sabiam da situação, disse a polícia

JOGADOR DA NFL  

O ex-jogador, de 32 anos de idade, que começou a carreira em 2010, representou equipes como o San Francisco 49ers, Oakland Raiders, New England Patriots, Seattle Seahawks ou New York Jets ao longo de seis anos.

As autoridades norte-americanas encontraram o ex-atleta na residência familiar, que fica na mesma rua do local do crime, e ele acabou por disparar contra o próprio peito ao se ver cercado pela polícia.