19 de janeiro de 2022
Campo Grande 34º 24º

INTERNACIONAL | ITÁLIA

Homem usa braço falso para tentar enganar enfermeira e receber comprovante de vacinação

Segundo o homem, o intuito era receber o comprovante de vacinação sem que fosse necessário tomar a vacina.

A- A+

Um italiano de 50 anos tentou enganar uma enfermeira ao pedir que ela aplicasse a vacina contra a Covid-19 em um braço de silicone. Segundo o homem, o intuito era receber o comprovante de vacinação sem que fosse necessário tomar a vacina. O caso ocorreu semana passada em Biella, no norte da Itália.

A enfermeira Filippa Bua, que atendeu o homem, disse que decidiu inspecionar o braço ao notar uma coloração estranha em sua pele: “A cor da pele era diferente, muito mais clara em comparação com as mãos ou o rosto do paciente”, disse ela.

“A princípio, senti pena do homem, pensando que ele tinha uma prótese e me perguntando se de alguma forma eu o havia forçado a me dar o braço errado. Mas então ele admitiu que estava usando o braço falso de propósito para evitar tomar a vacina!”, completou.

A enfermeira, que atua no serviço de saúde italiano desde 1987, disse que já administrou milhares de doses de vacinas e que a tentativa de ser enganada pelo sujeito a deixou surpresa e com raiva. "No começo fiquei surpresa, depois fiquei com raiva, me senti ofendida profissionalmente. Ele não mostrou respeito por nossa inteligência e nossa profissão”, disse ela. “Eu nunca esperaria uma coisa dessas em minha vida.”

Atualmente, a Itália mantêm fortes restrições aos não vacinados. O denominado 'passe verde' só permite que quem já recebeu duas ou mais doses da vacina transite por seus locais de trabalho, transporte público e estabelecimentos comerciais.