18 de junho de 2021
Campo Grande 27º 15º

Pedreiro sequestra patroa para exigir pagamento no Paraná

A- A+

Revoltado porque não teria recebido o dinheiro referente à reforma de uma cozinha, um pedreiro de 24 anos sequestrou a patroa e mobilizou a Polícia Militar de Ponta Grossa (PR), na noite de sábado. Ele foi até a casa onde fez o serviço, na Rua Bittencourt Sampaio, bairro Nova Rússia, armado com um facão e uma faca para exigir o pagamento. A mulher estava em casa com o filho e acabou, segundo a PM, sendo obrigada a entrar no carro da família com o bandido, deixando o filho.

Imediatamente, a PM foi acionada e passou a procurar pelo veículo, que seguiu no sentido Shangri-lá. Ao avistar o carro, nas proximidades do Núcleo Santa Paula, policiais de uma das viaturas deram ordem de parada ao carro, que não foi acatada. O veículo só foi abordado numa rua do Jardim Monte Belo, quando a mulher, que estava na condução, conseguiu sair. Ela não se feriu, mesmo assim, passou pelo Hospital Municipal porque estava em estado de choque. O sequestrador permaneceu no veículo e tentou fugir, mas os policiais atiraram contra os pneus que, furados, obrigaram o pedreiro a parar.

O rapaz foi preso e encaminhado à 13ª Subdivisão Policial (SDP), onde foi autuado em flagrante. A Polícia Civil não informou em que tipo de crime ele foi enquadrado.

Entrevista

Na delegacia, o pedreiro deu entrevista à imprensa, chorou e justificou o ato. Ele disse que esperava ter recebido o dinheiro da reforma na sexta-feira, mas a família não pagou. “Quem trabalha comigo, meus irmãos e primos, ficou me pressionando e eu fui cobrar a dívida. Tenho contas para pagar, sustentar minha família, meu filho. Não queria fazer nada de mal”, disse. Ele relatou que pediu para a mulher o levar para um lugar longe e que não iria machucá-la.