22 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 20º

PSB pressiona Alckmin: "Não queremos vaga ao Senado"

O PSB promete até a sexta-feira uma posição sobre a disputa em São Paulo, maior colégio eleitoral do Brasil. Com aval do presidenciável socialista Eduardo Campos, o comando do diretório estadual do partido em São Paulo ignorou a contrariedade de Marina Silva e insiste na aliança com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), mas com a indicação do vice na chapa. "A negociação da vice foi feita há muito tempo, em troca do apoio a Alckmin", disse o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, vice-presidente do diretório paulista do PSB. "Não queremos a indicação para o Senado". A Rede de Marina ainda insiste em candidatura própria no Estado. "Respeitamos Marina, mas o problema é que não temos um nome forte do PSB para disputar em São Paulo", disse Donizette. O PSDB, no entanto, também com o aval do presidenciável tucano Aécio Neves, tem acenado com a vice ao PSD, do ex-prefeito Gilberto Kassab, e quer compor chapa com o PSB na disputa pelo Senado. Brasil 247