24 de setembro de 2021
Campo Grande 36º 21º

SÃO PAULO | TRAGÉDIA

Vídeo agora: Cinemateca Brasileira é consumida pelo fogo

Corpo de Bombeiros informou que recebeu um chamado para fogo em edificação comercial por volta das 18h

A- A+

Um incêndio atinge a Cinemateca Brasileira na Vila Leopoldina, Zona Oeste de São Paulo, nesta quinta-feira (29.jul.21).

O Corpo de Bombeiros informou que recebeu um chamado para fogo em edificação comercial por volta das 18h na Rua Othão, 290. No endereço há um conjunto de galpões, de cerca de 6.356 m² de área construída, onde parte do acervo da Cinemateca Brasileira é guardado. O edifício principal da Cinemateca Brasileira, na Vila Mariana, não foi atingido.

De acordo com informações preliminares, não há vítimas no local. Onze viaturas foram enviadas para combater o fogo. Segundo o major Palumbo, porta-voz do Corpo de Bombeiros, no galpão há materiais altamente inflamáveis.

Em julho de 2020, o Ministério Público Federal em São Paulo (MPF-SP) entrou com uma ação na Justiça contra a União por abandono da Cinemateca Brasileira. A promotoria questionava a falta de contrato para gestão da instituição.

O contrato para administração da Cinemateca firmado entre o governo federal e a Organização Social (OS) Associação Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp) terminou no dia 31 de dezembro de 2019 e, desde então, não houve nova licitação.

Na ação judicial, a promotoria destacou problemas como risco de incêndio, falta de vigilância, atrasos nas contas de água e luz, e atraso no pagamento de salários.

No último dia 12/04, trabalhadores da Cinemateca publicaram manifesto alertando para os riscos disso acontecer. A Cinemateca é o maior arquivo de imagens em movimento da América Latina e é o local para onde supostamente Regina Duarte foi encaminhada ao sair da pasta da Cultura.

Tags: Cinemateca