03 de maro de 2021
São Paulo 39º 24º

3 anos parada

Bernal admite que não há data para entrega de UPA do Leblon

 

A população de Campo Grande terá de esperar por tempo indeterminado pela inauguração das Unidades de Pronto Atendimento Comunitário (UPA) dos bairros Leblon e Santa Mônica.

A inauguração da UPA do Leblon prevista para dia 30 de março foi cancelada pela Prefeitura de Campo Grande às vésperas sem divulgação de justificativa. Desde semana passada, equipe do MS Notícias, tenta conversar com Secretário Municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, para saber o motivo do cancelamento e nova data de inauguração, porém sem sucesso.

Nesta segunda-feira (4), durante agenda pública, o prefeito da Capital, Alcides Bernal (PP), admitiu que não há data prevista para inauguração da UPA tanto do Lablon quanto do bairro santa Mônica, porém, Bernal não explicou quais foram os problemas que fizeram com que a prefeitura adiasse a entrega das unidades.

AS UPAs começaram a ser construídas em 2012, ainda na gestão do prefeito Nelson Trad Filho (PTB). Juntas, as unidades vão ter capacidade para atender cerca de 160 mil pessoas. Com investimento total de R$ 10,2 milhões, as unidades deveriam ter sido entregues no final de 2012.

Do valor total da obra da UPA Leblon, de R$ 4,2 milhões , a Prefeitura já recebeu R$ 1,5 milhão do Ministério da Saúde, faltando apenas a terceira parcela de R$ 500 mil, que conforme convênio assinado com Ministério, só vai ser repassada após conclusão da obra. O restante, R$ 2,2 milhões é contrapartida do Município.

A UPA Santa Mônica foi orçada em R$ 3 milhões, dos quais R$ 1,5 milhão provém do Ministério da saúde e restante é contrapartida do Município.