12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Blitz educativas acontecem em pontos da Capital e alertam sobre DST

Na Capital o número de infectadou aumentou de 190 casos em 2013 para 237 em 2014, apontando jovens entre 13 e 24 anos como o grupo com maior aumento de infectados.

A- A+

A blitz educativa que acontece no período carnavalesco, que teve início na semana passada em Campo Grande, segue nos próximos dias. Hoje pela manhã os profissionais se concentram em frente a rodoviária, na saída para São Paulo.

Os profissionais abordam veículos que chegam e saem da Capital para a entrega de material informativo e preservativos masculinos. Além disso as ações também irão acontecer  em bares, boates, rodovias, restaurantes, lanchonetes e locais de festas com orientação sobre as doenças em material educativo e distribuição de 300 mil camisinhas.

O levantamento realizado pelo Programa DST/HIV/AIDS/HV, aponta que somente no ano passado, foram 237 pessoas atendidas pela rede pública diagnosticadas com o vírus HIV/Aids.

De acordo com a diretora de Vigilância em Saúde da Sesau, Márcia DalFabro, nos últimos seis anos houve um aumento de mais de 50% no número de infectados pelo vírus HIV no Brasil. Na Capital, esse número também aumentou, passando de 190 casos em 2013 para 237 em 2014, apontando jovens entre 13 e 24 anos como o grupo com maior aumento de infectados.

Neste ano, para a mobilização, a Sesau conta com a parceria de diversas ONGs (Organização Não Governamental), Conselho Municipal de Saúde, Acadêmicos e alunos dos cursos técnicos na área da saúde.

Serviço:

Sábado (14/2) à terça-feira (17/02) – a partir das 23h
Carnaval de Rua na Fernando Correa da Costa

Sábado (14/2) – 7h30 às 11h30
Blitz educativa na rodoviária

Sábado (14/2) – 19h às 00h
Desfile dos blocos carnavalescos no Armazém Cultural

Domingo (15/2) – 19h às 00h
Desfile das Escolas de Sambado Grupo Especial de Acesso na Praça do Papa

Segunda-feira (16/2) – 19h às 00h
Desfile das Escolas de Sambado Grupo Especial de Acesso na Praça do Papa