08 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

Moreninhas

Com apenas um médico, paciente espera 3 horas e sai de UPA sem receber atendimento

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) das Moreninhas não completou um mês de funcionamento, mas já apresenta problemas. Além da falta de organização, alvo de críticas de pacientes do longo tempo de espera para atendimento, há problema da falta de médico.

Segundo uma paciente de 30 anos, que entrou em contato com equipe do MS Notícias na manhã desta quarta-feira (24), há apenas um clínico geral atuando na UPA nesta manhã. A paciente conta que chegou ao local com muitas dores pelo corpo às 7h10, porém depois de esperar três horas, foi informada que deveria procurar outra unidade de saúde, pois na UPA há apenas um médico atendendo.

"É um absurdo, um desrespeito, Fiquei três horas esperando e só tem um médico. Esta é a segunda vez que vou na UPA e é a mesma coisa. Da primeira vez que fui logo depois da inauguração, esperei quase seis horas. Tive que ir na UPA do Universitário, lá consegui atendimento", desabafa a dona de casa.

Há oito dias, o MS Notícias publicou matéria (leia aqui) com reclamações de pacientes da UPA, que foi inaugurada dia 11 deste mês. Na ocasião, nossa equipe foi até a unidade e conversou com pessoas que esperavam há quatro horas por atendimento, porém, no dia, havia quatro médicos trabalhando. A obra da UPA levou três anos para ser concluída e custou R$ 5.115.543,56 milhões.

Conforme a  portaria 104  do Ministério da Saúde, que  regulamenta o  funcionamento das UPAS,  as unidades de porte 2- como a UPA  das Moreninhas-  devem atender uma média de 250 pacientes a cada turno de 12 horas, com quatro médicos no primeiro turno e dois médicos no período noturno. Por isso, a equipe de reportagem entrou em contato com secretário municipal de saúde, Ivandro Fonseca, para saber o motivo de haver apenas um médico, mas ele não atendeu e até fechamento desta matéria não retornou ligação.