13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Solidariedade

Com chegada do inverno; primeira-dama do Estado entrega agasalhos a necessitados

"A entrega dos donativos arrecadados na Campanha Aqueça Uma Vida 2017 beneficiou hoje cerca de 300 famílias"

A- A+

 Com a chegada oficial do Inverno na quarta-feira (21), moradores carentes da Capital receberam das mãos da primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja, e do secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, agasalhos e cobertores. A entrega dos donativos arrecadados na Campanha Aqueça Uma Vida 2017 beneficiou hoje cerca de 300 famílias. 

Foram arrecadados ao todo cem mil cobertores e agasalhos repassados para os 79 municípios sul-mato-grossenses e que estão sendo distribuídos a famílias carentes dos cantos mais remotos do Estado. 

“Quando a gente vem e vê quanta diferença faz cada cobertor, cada agasalho que está sendo entregue para essas famílias, a gente fica muito mais feliz e muito mais fortalecido para continuar com esse trabalho”, declarou a primeira-dama, Fátima Azambuja. 

Ela agradeceu também o empenho dos servidores responsáveis pelo sucesso da campanha. “Essa rede solidária que se formou, essa arrecadação toda que foi feita, chegou em boa hora. E graças a Deus a gente está conseguindo entregar, então a gente só tem a agradecer a toda essa equipe, a todo esse trabalho que foi realizado”, disse.

Primeira-dama Fátima Azambuja e secretário Carlos Alberto fizeram entregas pessoalmente nesta tarde. Foto: Divulgação/Assessoria. 

Titular da Secretaria de Estado de Administração e Desburocratização (SAD) – que iniciou a campanha ‘Aqueça Uma Vida’ em 2015 – Carlos Alberto de Assis destacou a importância não somente da doação, mas da esperança levada às famílias carentes com o gesto de solidariedade.

No Jardim Colúmbia, a entrega dos donativos foi feita na casa de Naldete de Souza, moradora há vinte anos. “É bem frio aqui por causa do córrego que passa na parte de baixo do bairro e as famílias têm

Já na Vila Carlota, foi a líder comunitária Nery Gusmão quem recebeu as famílias para a entrega. “Quem passa aqui pela Spipe Calarge não imagina que na parte baixa do bairro tem tanta família carente”, explicou. A estudante Jocelaine de Paula Gomes, de 20 anos, foi uma das cadastradas no bairro para receber o cobertor.

“Em casa temos uma coberta para cada um, mas é muito fina, por isso quando faz frio a gente tem que dormir junto para se esquentar”, afirmou. A estudante conta que a renda da família vai toda na alimentação e cuidados das duas filhas, de um e dois anos de idade.

Com o marido desempregado, a dona de casa Tereza Borges, de 29 anos, disse que um cobertor faz toda a diferença no inverno. Na casa em que vive com o marido e a filha de dois anos, há somente dois cobertores. “É muito para quem não tem condições de comprar”, explicou.

Acolhida

Vendedora de bolos Eliscleide Ribeiro, de 41 anos, também teve a família beneficiada pelas doações nesta tarde. Ela é duplamente grata ao Governo do Estado, pois aqui, há cerca de dois anos, conseguiu o recomeço. “Vim de Goiás e lá não tinha emprego. Meu marido arrumou serviço aqui e todo mundo veio para cá trabalhar”, comemorou. No primeiro quadrimestre deste ano, Mato Grosso do Sul foi o único estado a apresentar saldo positivo na geração de empregos.

Na casa de Eliscleide há outras oito pessoas e os cobertores também não são suficientes. Quando faz muito frio, a estratégia é o “calor humano”. “Meu marido diz para dormirmos todos perto que aí a gente se esquenta”, contou. Com as doações, aumentará o conforto da família. “Ajuda muito, de grão em grão a galinha enche o papo”, brincou.

A Campanha do Agasalho iniciada pela SAD em 2015 foi tão bem aceita que no ano seguinte se estendeu às escolas estaduais e em 2017 envolveu toda a sociedade. Neste ano, a participação da população e de entidades parceiras, como a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) e Águas de Guariroba, permitiu alcançar todos os municípios do Estado. (Com assessoria).