14 de junho de 2021
Campo Grande 27º 13º

Gerente de loja no Nova Lima é acusado de manter funcionário preso por 1 hora em depósito

A- A+

Um gerente identificado como Pinheiro, da empresa Casa Certa, de venda de materiais de construção e acabamento, no Bairro Nova Lima é acusado pelos Diretores do SECCG (Sindicato dos Empregados no Comércio de Campo Grande) de trancafiar um funcionário no depósito, por desobedecer ordens trabalhistas. O crime aconteceu nesta manhã e foi registrado na delegacia.

?Diretores do Sindicato e a Polícia Militar foram chamados em socorro de um funcionário que estaria trancado por mais de uma hora em uma empresa. Segundo o funcionário, ele desobedeceu  uma ordem o que deixou o gerente da loja violento e o trancou. O rapaz só saiu após uma colega de trabalho o libertar revoltada com a situação. Segundo o diretor do Sindicato, André Luiz, "havia outras formas de punir o funcionário, isso não se faz".

O funcionário afirmou ainda que “desde que cheguei à empresa sou perseguido pelo gerente”. A vítima foi à delegacia registrar queixa contra a atitude que remete a cárcere privado de trabalhador. 

Outro lado

De acordo com o funcionário, que se identificou como Ademir e disse ser, também, gerente da loja Casa Certa, a denúncia é inverídica, Ademir ainda afirmou que fiscais da SRTE  (Superintendência Regional do Trabalho e Emprego) estiveram visitando a empresa na manhã de hoje e constataram que a denúncia não procedia.