14 de abril de 2021
Campo Grande 33º 19º

FRONTEIRA DO BRASIL

Identificados os dois corpos achados embrulhados em plantação de Aral Moreira

Ambas as vítimas moravam em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS)

Foram identificados como sendo de Felipe Ribas Ojeda, de 28 anos, e Marcos Sanchelaridi, de 27 anos, os dois cadáveres achados embrulhados em cobertores próximo uma plantação de soja no Assentamento Santa Catarina, estrada vicinal em Aral Moreira, município sul-mato-grossense, que faz fronteira com Paraguai. O achado ocorreu ontem (15.fev), já a identificação ocorreu nesta 3ª-feira (16.fev).

Segundo a polícia, uma das vítimas pode ter sofrido tortura, pois em sua cabeça havia um saco plástico.

Os cadáveres haviam sido encontrados ontem e foram levados à capela mortuária de Ponta Porã (MS), onde familiares acabaram reconhecendo as vítimas. 

Ainda de acordo com apurado pelo Porã News, ambas as vítimas moravam em Capitán Bado, cidade vizinha de Coronel Sapucaia (MS). A polícia suspeita que os homens tenham sido mortos em território Paraguaio e desovados no Brasil, para assim dificultar as investigações.