13 de junho de 2021
Campo Grande 25º 11º

Crise na Fundac

Juliana Zorzo não aguenta pressão e pede exoneração

A- A+

A presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura(, Juliana Zorzo, apresentou, ontem, ao prefeito Gilmar Olarte no final da tarde, seu pedido de exoneração do cargo em caráter irrevogável.

Juliana alegou problemas pessoais e necessidade de se dedicar às empresas da sua família. O prefeito, no entanto, ainda não anunciou nome de novo titular da fundação.

Juliana deixa a Fundac depois de uma série de problemas e protestos da classe artística, que cobram o pagamento dos R$ 4 milhões dos editais de Fmic e Fomteatro além de cachês atrasados. 

A conduta de Juliana foi amplamente questionada e criticada por artistas e vereadores da Capital, pois, desde início das ações do movimento "S.O.S Cultura", Juliana sequer procurou os artistas da cidade para conversar. Chegou a agendar uma coletiva de imprensa, mas cancelou em cima da hora.