02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Para vereadores, brasileiros não irão misturar Copa e Eleição

A- A+

Mesmo que o Brasil esteja sediando a Copa do Mundo e trazendo milhares de turistas para o país, os vereadores de Campo Grande concluíram que esta Copa do Mundo não irá influenciar nas eleições de 2014, onde a presidente Dilma Rousseff irá disputá-la ao lado de Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB). Conforme relataram, os parlamentares acreditam que a maioria dos brasileiros saberá separar “futebol e eleição”, não se deixando envolver pela emoção, caso o Brasil leve a taça de campeão do mundo. “Mesmo se o Brasil foi campeão a política desse ano será acirrada, não acredito que será fácil. Passando a Copa o povo vai cair na realidade, o Brasil só levará o status de hexa, o povo vai cair em si e voltar a reivindicar e lutar”, acredita Gilmar da Cruz (PRB). Da mesma forma, o vereador Vanderlei Cabeludo (PMDB) acrescenta que, apesar de o status de Dilma ficar, devido as construções realizadas e recursos arrecadados, a popularidade da presidente não irá crescer. “Se ela crescer vai ser mixaria, no meu ponto de vista a população não vai se emocionar, pois são assuntos distintos”. Já o vereador Zeca do PT, além de acreditar que a população irá separar os assuntos acredita que o brasileiro não gostaria de retroceder. “Independente da Copa o povo irá olhar e ver tudo que foi conquistado em 12 anos, quando acabara Copa o povo irá olhar os números e compar o que foi o governo do PT e do PSDB”. Ao contrário de Gilmar e Cabeludo, Chiquinho Telles (PSD), garante que a população irá se deixar envolver pela emoção, podendo se refletir nas urnas.

Em relação aos jogos da Copa, além desses vereadores, Paulo Pedra (PDT) e Chocolate (PP) também irão assistir as partidas em casa e torcer pela vitória. Ambos preferem acompanhar ao lado de esposas e filhos. “Óbvio que eu vou assistir em casa, não tem estádio aqui. O governo do Estado de tão incompetente não conseguiu nem trazer a Copa pro Mato Grosso do Sul”, finaliza Zeca. Tayná Biazus