04 de agosto de 2021
Campo Grande 28º 14º

Prefeito determina realocação de recursos para custear hospital municipal

A- A+

O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte solicitou que os secretários municipais promovam ajustes nas despesas de custeio das suas áreas de atuação. O objetivo é fazer com que a economia obtida seja revertida para a manutenção do futuro hospital municipal da criança, que a prefeitura planeja implantar nas instalações onde funcionava o Hospital Sírio Libanês.

O prédio fica na Avenida Afonso Pena e será alugado com todos os equipamentos. De acordo com o prefeito, o custeio do hospital será de responsabilidade da prefeitura e já existe um compromisso do Ministério da Saúde de autorizar, em 2015, o teto financeiro para a nova unidade que além de oferecer atendimento na área da pediatria, servirá de suporte para a realização de algumas cirurgias eletivas, aproveitando os dois centros cirúrgicos disponíveis. “Os entendimentos estão bem adiantados com o proprietário. O trabalho agora está concentrado no levantamento de custos”, revela o prefeito. Numa estimativa preliminar, seria preciso um investimento de R$ 10 milhões a R$ 20 milhões para utilização da estrutura. As instalações do Sirio Libanês contam com 100 leitos, dois centros cirúrgicos, além de todo o mobiliário.

O prefeito diz que uma das prioridades da sua gestão é melhorar a estrutura de atendimento em saúde. “Vamos enfrentar este desafio que exige muito trabalho, planejamento e, principalmente, recursos. Estas mudanças não serão feitas com conversa fiada" .

Dany Nascimento