25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

Prefeito participa de inauguração de obra no bairro Cidade Morena

O prefeito Gilmar Olarte (PP) participa hoje, do início das obras de controle de enchentes e erosão no Bairro Cidade Morena, que terá um investimento de aproximadamente R$ 3,5 milhões nas duas frentes de serviço que contarão com recursos de emendas parlamentares e um saldo de contrato do PAC Lagoa no valor de R$ 2,2 milhões.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Semy Ferraz, as obras de controle de enchente no Cidade Morena estão emperradas há mais de dois anos porque a Caixa Econômica Federal exigia o controle da erosão na nascente do Córrego Gameleira que recebe toda a enxurrada que desce das Moreninhas e do Bairro Santa Felicidade. A Prefeitura solicitou uma autorização da Caixa para usar o saldo de recursos do PAC Lagoa na implantação de uma represa de contenção que vai estabilizar o processo erosivo. Além do controle da erosão, serão iniciadas nesta sexta-feira as obras de reforço da drenagem que interliga os bairros que ficam na margem direita (sentido centro-bairro) da avenida Gury Marques. Será adotado um sistema de construção não destrutivo e com isto não haverá necessidade de interdição da via. Está prevista a implantação de aproximadamente um quilômetro de drenagem que descerá na altura da área onde uma das concessionárias do transporte coletivo vai construir a garagem. De acordo com Semy Ferraz, a drenagem da avenida foi dimensionada numa época que a região tinha uma menor ocupação populacional.

 "Nos últimos 15 anos, foram construídos novos conjuntos, abertos loteamentos e executada a pavimentação de várias ruas, aumentando o volume de enxurrada que atingiu uma intensidade acima da capacidade de absorção das galerias pluviais. Surgem pontos de alagamentos na avenida que aumentam os risco de acidentes com a aquaplanagem dos veículos e, de quebra, abriu um processo erosivo na nascente do Gameleira, que é uma área de solo arenoso, muito frágil, propícia ao surgimento deste problema”, explica o secretário.

No Bairro Cidade Morena Além da drenagem na avenida Gury Marques, estão previstas obras de drenagem no bairro Cidade Morena nas ruas Campos do Jordão do seu início até a Israelândia; da Israelândia entre a Campos do Jordão e a Inconfidentes; rua Guarani entre a Israelândia e a Cana Verde; rua Jaguariúna entre a Floeral e a Guarani; rua Buenópolis entre a avenida Alto da Serra até a rua Cana Verde; travessa Gramados do seu início até a rua Buenópolis; prolongamento da rua Neferson Clair de Moraes com início na avenida Gury Marques prosseguindo com 193 m até encontrar a drenagem existente; rua Cana Verde com início na rua Guarani prosseguindo com o comprimento de 443 m até encontrar a galeria de concreto celular que atravessará a avenida Gury Marques. Os moradores aguardam ansiosos pelo início das obras que vão resolver de vez os problemas de inundação no bairro. “Quando chove, a rua desaparece embaixo d’água. Algumas casas mais baixas ficam alagadas e ninguém consegue sair ”, explica a comerciante Rosa Pereira, residente na rua Guarani, “Esta é uma obra que estamos esperando há pelo menos cinco anos, pela drenagem e a pavimentação", ressalta. O aposentado José Machado, de 87 anos, mora no bairro há quase 20 anos na avenida Minas Novas, onde, como não tem drenagem, a enxurrada fica acumulada na rua e alaga os quintais.

Dany Nascimento