19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Bernal vai a Brasília na próxima semana pedir R$ 20 milhões para sanar prejuízos com temporal

O temporal que atingiu Campo Grande no último fim de semana resultou em prejuízo estimado em R$ 20 milhões, conforme informação do prefeito Alcides Bernal (PP). Esta semana Bernal havia adiantado que iria decretar situação de emergência no município em funções das danificações em pavimentação asfáltica, queda de alambrado de córrego dentro outros. “Os levantamentos técnicos já foram concluídos . Na semana que vem  irei a Brasília  para buscar esses recursos e buscar  inclusive a homologação desse decreto para situação de emergência”, disse. D acordo com chefe do Executivo, os serviços serão contratados por um período de 180 dias.

A forte chuva que ocorreu no sábado (5) chegou a 49 milímetros em apenas duas horas. Ruas e avenidas ficaram alagadas. Segundo a Prefeitura Municipal de Campo Grande tiveram de ser interditados  Avenida Afonso Pena, o cruzamento da Rua Rachid Neder com Rua 14 de Julho, Avenida Ricardo Brandão, Rua Eça de Queiroz com a Avenida Ernesto Geisel, além da Avenida Via Parque, onde ocorreu alagamento entre o cruzamento da Avenida Mato Grosso até Rua Antônio Maria Coelho.  O temporal também ocasionou queda de energia elétrica.

Sem planejamento

Na avaliação do vereador Chiquinho Telles (PSD), o anúncio do decreto foi desnecessário. “Se ele buscar recursos, onde vai ser destinado esse dinheiro? Quem fará essas obras? realmente deveria ser aplicado para aquela finalidade? Temos que esperar, mas a população espera resultados. Esse pedido de emergência foi sem planejamento, não sabe nem quanto vai gastar, como já decreta situação de emergência? a situação não é nova, mas com o Bernal estamos vivendo na “monarquia”, ele toma as decisões da cabeça dele, deveria ouvir o poder legislativo e por enquanto estamos vivendo um momento sem perspectiva de futuro”, criticou  vereador, após anúncio do decreto emergencial na última quarta-feira (9).