25 de junho de 2021
Campo Grande 30º 19º

Professores confirmam greve a partir de amanhã

A- A+

O presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), Geraldo Gonçalves após se reunir com o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP) confirmou para a imprensa que a partir de amanhã está decretada greve geral dos professores da Reme (Rede Municipal de Ensino).

Geraldo explicou para a imprensa que durante reunião com o prefeito eles não chegaram a nenhum acordo salarial. “Fora isso, o prefeito Gilmar Olarte não garantiu que irá pagar os professores até o dia 1º de dezembro. Por este motivo está decretada greve a partir de amanhã. Independente se ele irá nos pagar em dezembro ou não. Estraremos em greve amanhã.”.

Logo após anúncio de greve feito pelo presidente da ACP o prefeito Gilmar Olarte concedeu uma coletiva de imprensa e afirmou que está lutando para conseguir recursos suficientes até o dia 1º, mas que não pode garantir.

“Quero agra o voto de confiança dos professores, pois assim que assumi o comando da prefeitura em maio concedi um aumento para a classe em 18%. A prefeitura a época nem podia dar esse aumento e mesmo assim eu dei. Esse aumento gerou um custo para a prefeitura de R$ 100 milhões até dezembro. Me esforcei dei aumento e peço aos professores que não façam greve. Acreditem no prefeito. O prefeito está disposto a pagar”.

De acordo com o prefeito, a lei municipal vem de origem da lei federal e segundo Olarte, a lei prevê que seja feito um estudo de viabilidade do município sobre previsões de recursos. “Esse estudo não foi feito então não estou cometendo erro nenhum. Não estou descumprindo a lei. Peço à categoria que me dê esse voto de confiança”.

O prefeito foi questionado pela imprensa se caso a categoria realmente entrar em greve o que o Executivo pretende fazer para reverter a situação, Olarte afirmou que acredita que os professores vão parar para pensar e ver que uma paralização agora não trará benefício nenhum.

“Eles vão para pensar e ver que uma paralização agora não trará benefícios para ninguém. Nem para o prefeito e nem para os professores. Agora é a hora do voto deles de gratidão para o prefeito”, desabafa Olarte.

Gilmar Olarte disse que amanhã irá para São Paulo conversar com o diretor da Águas Guariroba em busca de recursos para resolver a situação. “Estou conversando com o Banco do Brasil na busca de um empréstimo também”, finaliza o prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte.

Karla Machado e Dany Nascimento