03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Secretário explica que contrato foi cancelado devido ao valor acima da média

A- A+

O secretário municipal de obras Semy Ferraz explica que o cancelamento do pagamento à empresa Mark Construções Eireli em agosto de 2013 ocorreu porque a prefeitura não reconhece o valor de R$ 2 milhões cobrado pela empresa.

Conforme Semy, os serviços e equipamentos estabelecidos pela empresa na planilha de custos não tem comprovação técnica fundamentada. "Tivemos uma reunião com a empresa em dezembro de 2013 e chegamos a conclusão de que não dava para concluir a orba da maneira como estava", explica o secretário.

Semy destaca que desde que assumiu a secretaria de obras, em janeiro de 2013, constatou diversos problemas na obra do Centro de Belas Artes. "Observamos diversos problemas em especial na planilha orçamentária, pois a empresa pedia um valor muito alto para o serviço executado e os equipamentos utilizados", afirma.

O secretário afirma que é preciso que prefeitura e Mark Construções entrem em acordo sobre o valor global do contrato, orçado em R$ 30 milhões, valor acima da média de mercado e do que foi aceito pela Caixa Econômica Federal, responsável pela liberação do recurso ao município por meio de financiamento. Ao final da audiência, foi acordado que Semy enviará uma resposta oficial à empresa até dia 17 de julho.

Heloísa Lazarini e Karla Machado