21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

Ocupação

Sede do Incra permanece ocupada por FNL em Campo Grande

A- A+

A sede da Superintendência Estadual do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Mato Grosso do Sul, no prédio Marrakech Center, em Campo Grande, permanece ocupada por integrantes da Frente Nacional de Lutas (FNL) .

Desde segunda-feira (1º), o grupo está no local. Eles reivindicam a ida do superintendente  do Incra, Umberto de Mello à Brasília para a discussão de assuntos relacionados a retomada do processo de reforma agrária no estado.

Segundo um dos coordenadores do movimento, Ednal Meneses cerca de 120 famílias de acampamentos em Anastácio, Jardim e Nova Alvorada do Sul ocupam as dependências do Incra na cidade.

Eles dormem em colchões ou barracas e fazem as refeições no local. Os serviços  da autarquia federal estão suspensos desde a ocupação e a entrada de funcionários é controlada no prédio.

Segundo a assessoria de imprensa do Incra em Mato Grosso do Sul, a Justiça Federal já determinou a reintegração de posse da superintendência e a expectativa é que a decisão judicial seja cumprida ainda nesta quarta-feira (3). Outras 12 unidades do Incra, em outros estados, também foram tomadas pelo movimento.