30 de setembro de 2020
Campo Grande 40º 23º

Médicos são impedidos de entrar na Fiems e ameaçam parar Santa Casa

Os médicos que estão protestando estão na porta da Fiems foram impedidos de entrar na sede da federação. Conforme os seguranças, eles poderão entrar apenas depois do Ministro da Saúde, Arthur Chioro e das autoridades como governador André Puccinelli (PMDB) e os prefeitos do interior do Estado. O impedimento irritou os médicos, que, revoltados, começaram a questionar se o ministro seria uma pessoa "melhor" que eles e os índios. Os protestos começaram no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo, local onde seria realizado o Seminário Mais Médicos para o Brasil, Mais Saúde para os Brasileiros. O evento foi transferido de última hora depois dos protestos. os manifestantes que continuam fora da Fiems, começam a gritar: 'Deixa a gente entrar se não a Santa Casa vai parar" e estão chamando o ministro da Saúde Arthur Chioro, que acaba de chagar junto com governador André Puccinelli (PMDB) e com senador Delcídio do Amaral, de covarde. Heloísa Lazarini e Dany Nascimento