06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

Calote

Selco não paga ex-funcionários, contrata novos que reclamam de salário atrasado

Depois de ser denunciada por não pagar rescisão contratual de 29 funcionários demitidos em novembro de 2015, a empresa Selco Engenharia, do "buraco-fantasma", é alvo de novas reclamações trabalhistas.

Desde novembro de 2015 até o momento, 60 funcionários foram demitidos e apenas 25 deles receberam o valor referente à rescisão contratual segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Pesada e Afins (Sinticop MS).

O sindicato entrou com uma ação coletiva na Justiça Trabalhista pedindo tutela antecipada para expedição de um alvará para garantir a liberação do fundo de garantia, seguro desemprego e baixa na carteira dos trabalhadores afetados.

Segundo o presidente do Sinticop MS, Walter Vieira dos Santos, o cenário de irregularidades só aumenta, porque depois das demissões realizadas pela Selco ano passado, a empresa voltou a contratar no início desse ano, porém os novos contratados estão trabalhando sem carteira assinada e estão com seus salários atrasados.

Walter explica que está marcada para esta quinta-feira (10) uma reunião entre o sindicato e a Selco, na sede da empresa, para tratar dessas irregularidades, e que a empresa se comprometeu a pagar os salários em atraso na quinta-feira (10) às 13 horas. 

O MS Notícias entrou em contato com a Selco e segundo o representante a empresa aguarda o recebimento de uma parte dos valores devido pela Prefeitura de Campo Grande. A empresa informou que o pagamento deveria ter sido feito essa semana, porém não aconteceu, a expectativa é que isso deva ocorrer na semana que vem. Com relação às novas irregularidades apontadas pelo Sinticop MS, a Selco disse que não tem como confirmar nenhuma dessas informações