20 de setembro de 2020
Campo Grande 27º 19º

LOCKDOWN

Sem acordo: Audiência termina e Campo Grande permanece sem lockdown

Campo Grande sem lockdown. Com pouco mais de duas horas de duração, a audiência agendada para esta sexta-feira (7) entre Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul e Prefeitura de Campo Grande, a fim de discutir a aplicação de um lockdown no município como forma de conter o avanço da pandemia de coronavírus, terminou sem acordo.

Ao final da sessão, o juiz José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, em substituição na 1ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande, disse que o Município e a Defensoria devem permanecer dialogando para chegar a um acordo.

“Audiência termina sem conciliação e o diálogo deve continuar, o que a Prefeitura não está propondo isso”, finalizou o juiz.

O prefeito Marquinhos Trad reafirmou logo após a audiência de conciliação com a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, que Campo Grande não precisa de lockdown neste momento. “Estamos aumentando o número de leitos, estamos com leitos vázios, porque o lockdown?”, questionou.

Decisão interlocutória da última quarta-feira (5), assinada pelo juiz José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, convocou para as 13h30 desta sexta uma audiência de conciliação para tratar do lockdown de 14 dias proposto pela Defensoria – vale lembrar que a Prefeitura havia recebido prazo de 72 horas para se posicionar sobre a questão, prazo que também termina nesta sexta.