27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

CRIME

Homem é preso por crime ambiental e posse de arma de fogo

Um homem, de 36 anos, foi preso por manter porco do mato em cativeiro, por posse irregular de armas de fogo e de munições de uso permitido, em uma propriedade rural, em Ribas do Rio Pardo, interior do Mato Grosso do Sul. A prisão foi realizada durante uma ação conjunta entre o SIG (Setor de Investigações Gerais), da Delegacia de Polícia Civil e a Polícia Militar Ambiental.

O gerente da fazenda confirmou que criava um porco do mato e que ele ficava em um chiqueiro junto com porcos domésticos, disse ainda que o animal apareceu sozinho na fazenda e, ele acabou pegando o animal por dó.

Os policiais civis e militares questionaram se havia alguma arma de fogo na propriedade, o suspeito confirmou que sim e mostrou uma espingarda de seu patrão, que mora em Araçatuba/SP, no local também havia algumas munições, e outra espingarda que estava guardada na casa onde o suspeito morava com sua esposa e filhos.

O homem alegou que as armas eram de herança familiar e que as utilizava, às vezes, para defender a propriedade.

Ao todo, foram apreendidas 02 espingardas, 05 munições de calibre .28 intactas e 01 munição do mesmo calibre deflagrada, 03 munições de calibre .36 intactas e 03 munições deflagradas, 03 munições de calibre .44 intactas e 02 deflagradas, 02 munições de calibre .38 deflagradas e 01 munição de calibre .32 intacta.

Diante dos fatos, o suspeito e gerente da fazenda recebeu voz de prisão por praticar, em tese, os delitos de guarda ilegal de animais silvestres e posse irregular de armas de fogo e munições de uso permitido, sendo conduzido à Delegacia local para as providências cabíveis.