25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

INTERIOR

Após 68 dias internado, morre homem que esposa jogou gasolina e ateou fogo

Crime aconteceu em Dois Irmãos do Buriti, em 26 de fevereiro

Jerônimo do Nascimento Alves, de 43 anos, morreu na Santa Casa de Campo Grande neste domingo (12.abril), ele estava internado desde 27 de fevereiro, após no dia anterior (26.fevereiro) ter 90% do corpo queimado, em um assentamento em Dois Irmãos do Buriti, município no interior de Mato Grosso do Sul. A suspeita pelo crime é a esposa, Catharina Luíza Martins, de 48 anos, ela teria jogado gasolina e ateado fogo na vítima. 

De acordo com o boletim de ocorrência, Jerônimo conseguiu revelar aos policiais no momento em que era socorrido no dia do crime. Ele disse que estava deitado na cama, quando Catharina chegou e jogou gasolina contra ele e na sequencia ateou fogo.  A própria autora teria acionado o Corpo de Bombeiros e foragido logo depois. 

Após receber os primeiros socorros, Jerônimo foi encaminha à Santa Casa da Capital, deu entrada no hospital no dia 27 de fevereiro, com queimaduras de terceiro grau por todo o corpo. Ficou na Unidade de Terapia Intensiva, passou por cirurgias, mas, de acordo com o hospital ele acabou evoluindo para um quadro de choque séptico (geralmente causados por infecções bacterianas), ele acabou morrendo na manhã do domingo de Páscoa. 

A mulher até o momento não foi encontrada. Segundo a polícia, a vítima chegou a revelar que desconhecia motivos para a ação da esposa.

Fonte: Campo Grande News.