MS Notícias

quarta, 22 de janeiro de 2020

FOZ DO IGUAÇU

Bebê considerado morto é encontrado chorando em necrotério

Encontrado chorando em necrotério de hospital cinco horas depois de ser considerado morto

Por: TERO QUEIROZ15/01/2020 às 11:19
ComentarCompartilhar
Gabriela Schoenacher Moraes, a mãe de Theo, disse que o bebê foi levado para o hospital por sentir desconforto abdominal e refluxo após ingerir uma fórmula à base de leite em póGabriela Schoenacher Moraes, a mãe de Theo, disse que o bebê foi levado para o hospital por sentir desconforto abdominal e refluxo após ingerir uma fórmula à base de leite em pó

Um agente funerário encontrou um bebê considerado morto pela equipe médica e um hospital em Foz do Iguaçu, no Paraná, chorando no necrotério do hospital, no último domingo (12). Conforme o hospital, Theo Schoenacher Sant’anna, de 48 dias de vida, deu entrada na unidade hospitalar com quadro de bronco aspiração, foi socorrido mais não resistiu, sendo declarada sua morte por toda equipe médica presente. Resgatado no domingo, o bebê que estava exposto no necrotério, um lugar extremamente frio, acabou morrendo no dia seguinte (13), após sofrer duas paradas cardíacas.

Segundo o site Paraná Portal, o agente responsável por recolher os cadáveres teria escutado um choro enquanto recolhia corpos na unidade. A primeira a ser informada sobre a situação foi à avó da criança, que depois avisou os pais.

''A gente não acreditou. Achei que era um erro, que era o prontuário de outro bebê, mas quando chegamos à Unimed realmente vimos que era o nosso filho. Eles tinham trocado o plantão e os médicos tinham entubado e estavam tentando o aquecer porque estava muito frio'', disse a mãe de Theo, Gabriela Schoenacher Moraes.

A família transferiu o pequeno Theo para o hospital Ministro Costa Cavalcanti, onde foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo.

Segundo a mãe Gabriela, Theo foi levado para o hospital Unimed por sentir desconforto abdominal e refluxo após ingerir uma fórmula à base de leite em pó, receitada pelo pediatra para ajudar a ganhar peso.

''Ele estava tomando soro no meu colo e de repente começou a chorar muito de dor e apagou no meu colo, parou de respirar'', relata Gabriela sobre o momento crítico.

Depois disso, a equipe médica tentou fazer a reanimação de Theo por 40 minutos, mas acabou declarando a morte do bebê. A Polícia Civil tomou conhecimento do caso e promete apurar o que ocorreu com o bebê.

A Unimed Foz do Iguaçu informou que o caso é inédito e colabora com as investigações. No entanto, destaca a importância da elucidação dos fatos para evitar julgamentos precipitados.

A unidade prometeu toda a assistência para a família.

Fonte: Hojemais. 

Deixe seu Comentário

TV MS

17 de janeiro de 2020
Quem não é comunista é fascista
Quem não é comunista é fascista

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua Rodolfo Andrade Pinho, 634
CEP 79090.050 - Vila Taveirópolis
Campo Grande/MS
 (67) 99150.1270

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma