MS Notícias

quinta, 16 de julho de 2020

VIOLÊNCIA

Briga de empresário para não usar máscara termina com morte em supermercado

Uma fiscal do supermercado acabou morta durante atos violentos do cliente

Por: DIÁRIO DO CENTRO DO MUNDO29/04/2020 às 09:57
ComentarCompartilhar
Danir Garbossa e Sandra: vítima do obscurantismo.Danir Garbossa e Sandra: vítima do obscurantismo.Foto: Reprodução/Redes sociais

O empresário Danir Garbossa, de 58 anos, morador de Contenda (PR), entrou num supermercado de Araucária, município vizinho na região metropolitana de Curitiba, e se recusou a utilizar a máscara — proteção ao contágio por coronavírus — oferecida pelo fiscal. Em seguida, socou-o. Minutos depois, enfrentou um segurança e tentou tirar sua arma. Resultado: uma mulher de 44 anos, Sandra Ribeiro, fiscal de loja da rede Condor, acabou morta.

Garbossa é dono de uma empresa de agrotóxicos, a Gota Ltda, ou Gota Agr’óleo, junto com o filho de mesmo nome. Garbossa é o sócio-administrador. A empresa com capital social de R$ 2,5 milhões foi fundada em 17 de abril de 1988 no bairro Lagoa das Almas, em Contenda, com a “fabricação de defensivos agrícolas” como atividade principal. Entre as outras atividades estão a fabricação de adubos, fertilizantes e — ironicamente — desinfetantes.

O carro-chefe da empresa é um produto chamado Agróleo, definido em peças publicitárias como “a evolução da pulverização agrícola”. Trata-se, segundo o site da Gota, de um espalhante adesivo composto por 97% de óleo natural, extraído da soja. É aplicado em conjunto com os demais pesticidas, para aumentar a eficácia da pulverização aérea.

A empresa dos Garbossa já foi multada, em 2010, pela Secretaria de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Mais precisamente, pela Divisão de Fiscalização de Agrotóxicos da Coordenação Geral de Agrotóxicos e Afins.

Confira reportagem sobre o crime em Araucária:

FISCAL COMEÇOU A TRABALHAR EM DEZEMBRO NA LOJA

Moradora de Araucária, Sandra Ribeiro nasceu em Pitanga (PR) e começou a trabalhar em dezembro na rede Condor. A loja fica na marginal da Rodovia do Xisto, nome naquele trecho para a BR-476, que vai do Vale do Ribeira, em São Paulo, até a divisa com Santa Catarina.

A prefeitura de Araucária tornou obrigatório o uso de equipamentos de proteção individual nos estabelecimentos comerciais do município. A rede Condor informou, em nota, que o disparo atingiu de raspão o cliente agressor e a fiscal de loja, “que estava tentando apaziguar a situação e prestar os esclarecimentos sobre os decretos”. Sandra deixou dois filhos, um deles adolescente. Cerca de trinta funcionários reuniram-se na tarde de ontem, em frente do supermercado, de mãos dadas, para homenageá-la, em oração. Ao lado, guardas metropolitanos baixavam a cabeça, quase a completar o semi-círculo.

A rede de supermercados Condor pertence à família Zonta. Um de seus membros mais conhecidos é o piloto Ricardo Zonta. A empresa ficou conhecida nacionalmente em novembro, quando suspendeu os anúncios na Globo, em apoio ao presidente Jair Bolsonaro — o presidente que, quando tentou usar máscaras, não exatamente conseguiu.

Até as 5h30 desta quarta-feira, quando este texto foi fechado, o site da empresa não trazia nenhuma informação sobre o crime ou sobre a funcionária abatida. Em destaque, as ofertas do dia.

Fonte: DCM.  

Deixe seu Comentário

TV MS

22 de junho de 2020
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil
Pagamentos pelo WhatsApp já estão disponíveis no Brasil

Últimas Notícias

Ver Mais Notícias
MS Notícias - Sua referência em jornalismo no Mato Grosso do SulRua José Barnabé de Mesquita, 948
CEP 79100.200 - Vila Duque de Caxias
Campo Grande/MS
 (67) 99309.8172

Editorias

Institucional

Mídias Sociais

© MS Notícias. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvimento Plataforma