25 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 21º

Casal feito refém se livra de assaltantes depois de luta corporal

Um assalto à mão-armada por volta das 21h30 deste domingo por pouco não teve fim trágico. Dois homens encapuzados invadiram uma residência na rua Distrito Federal, cruzamento com a Lucia da Souza Mello, região central da cidade, para roubar. Os marginais surpreenderam um casal de idosos que mora no local. A ação dos bandidos durou pouco mais de 15 minutos, segundo relatos de uma das vitimas. Helena Rocha, de 62 anos, contou à reportagem que seu esposo, Ivo Rocha, de70, dono de uma fábrica artesanal de velas que fica nos fundos da residência, estava trabalhando no momento em que os criminosos adentraram a casa. “Ouvi um barulhão vindo da varanda onde ele estava e quando abri a porta, fui agarrada pela garganta por um dos assaltantes”, conta. Ela relata que foi ameaçada de morte, caso viesse a gritar por socorro. “Não fala nada, se não eu te mato”, contou assustada. Na varanda, outro meliante fazia seu esposo refém, que só conseguiu se livrar do bandido por descuido. “Meu marido pegou um facão que estava sobre a máquina de fazer velas e deu uma facãozada num deles”, afirma. Segundo dona Helena Rocha, durante a confusão, ouviu um disparo de arma de fogo. Quando a reportagem do Região News chegou ao local havia sinais de luta corporal e sangue no piso, mas a esposa do aposentado, não soube explicar se o sangue era do marido, que segundo ela levou uma coronhada na cabeça ou, de um dos bandidos. Este já é o terceiro assalto a residência de dona Helena. Ela diz que das outras vezes também já havia sido vitima de agressão semelhante, mas agora, pensa em se mudar da casa por não oferecer segurança a família. “Chega, não dá mais. Aqui eu não fico”. A Polícia Militar fez diligencia nas imediações na tentativa de localizar os marginais. Até o fechamento desta matéria, o paradeiro dos meliantes era incerto e não sabido. Região News