24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

FICA ESPERTA!

Gosta de enviar nudes? Fique esperta e tome cuidado com os "babacas"

Nos últimos dois dias foram registrados em Campo Grande casos de homens que ameaçam espalhar fotos nuas das ex-namoradas

Imagina se a moda de espalhar nudes por não aceitar o fim do relacionamento pega?

Muitas pessoas gostam e tem o hábito de mandar aquela foto sensual e ousada para apimentar a paquera, no entanto, os ‘ousadinhos’ de plantão terão que tomar mais cuidados e prestar bem atenção para quem enviar.

Nos últimos dias em Campo Grande, tivemos dois casos parecidos, onde o ex-namorado ou companheiro ameaça em espalhar fotos sensuais das Exs após o término.

Uma menina de 32 anos, moradora do Portal Caiobá, rompeu com o ex-namorado e foi ameaçada de ter suas fotos íntimas espalhadas por vingança. Agora, o bonitinho pensa que a garota tem a obrigação de continuar com ele? Ah pronto!

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima estava com o macho frágil há cerca de sete meses e o mesmo ficou transtornado quando ela disse que não queria mais. Além de ameaçar em mandar os nudes para geral, ele ainda disse que iria mandar também para os contatos pessoais da vítima.

Mas ela não marcou bobeira, procurou a Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher) e solicitou medida protetiva.

Na quarta-feira (21) também tivemos um caso parecido, desta vez, uma jovem de 19 anos que mora no Bairro União, ela também foi ameaçada pelo ex-namorado. O motivo é o mesmo: ele não aceitava o fim do relacionamento de oito anos, contudo, eles já estavam separados há dois meses.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, ele não gostou de saber que a mulher estaria conversando com os amigos nas redes sociais. Quando descobriu ficou ‘nervosinho’ e disse que se ela continuasse com as amizades, iria espalhar as fotos sensuais que a mesma mandava quando ainda namoravam. 

Essa vítima também tomou a atitude certa, denunciou o caso, que foi registrado como ameaça e violência doméstica na Deam (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher).

Se você também estiver sendo ameaçada, chantageada ou pressionada a continuar com o ‘homenzinho’ que não aceita que mulher não é propriedade dele, procure a Deam que fica localizada na Rua Brasília no Jardim Imá, e denuncie também.