11 de agosto de 2020
Campo Grande 33º 20º

Morte

Há 18 anos, pai de gêmeo morto pelo irmão também foi assassinado no Natal

O corpo de Jéferson está sendo velado na capela Ilton Soares, na Avenida Lourival Barbosa e será sepultado às 9h desta quinta

Há 18 anos, na véspera do Natal, o pai do gêmeo Jackson Lima da Silva, 22 anos, que matou o irmão, Jéferson, com um golpe de faca na manhã de ontem (25), foi assassinado a facadas. “Estamos revivendo esse sofrimento, meu Deus!”, disse uma parente. O corpo de Jéferson está sendo velado na capela Ilton Soares, na Avenida Lourival Barbosa e será sepultado às 9h desta quinta-feira (26). O caso aconteceu em Rio Brilhante, distante 163 quilômetros de Campo Grande.

Na delegacia, Jackson foi autuado em flagrante por homicídio e preferiu ficar em silêncio alegando que estava muito abalado, arrependido e não tinha condição de falar sobre o fato. O rapaz deve passar por audiência de custódia nesta manhã no Fórum da cidade, segundo informação do site Rio Brilhante em Tempo Real. 

Prisão - Jackson foi preso na manhã de ontem quando, segundo a mãe dele, estava indo à polícia se entregar. A prisão foi feita pela equipe do 3º pelotão da PM (Polícia Militar de Rio Brilhante). Ele e o irmão, Jéferson Lima da Silva, discutiram no início da manhã, após festa de Natal. Jackson atingiu o irmão gêmeo na veia femoral. O rapaz ainda conseguiu andar cerca de 10 metros até cair no chão. 

A informação repassada aos militares foi de que Jackson foi para a casa da mãe logo após o crime. A PM foi ao local e a mãe, Enir Flores de Lima, disse que o filho tinha saído minutos antes para se entregar. O rapaz foi encontrado nas proximidades. De acordo com a PM, ele disse que estava “muito arrependido”. O crime aconteceu por volta das 5h30, na casa da Rua Maria de Jesus Cerveira, Bairro Benedito Rondon, onde eles tinham passado as festividades do Natal.

Conforme relato de testemunhas à Polícia Civil, os dois consumiam bebida alcoólica quando os irmãos se desentenderam por causa de um cigarro. Nervoso, Jackson se armou com uma faca, atingiu a vítima na perna esquerda, na altura da coxa, e na sequência fugiu levando a faca. Testemunhas relataram à polícia que os irmãos já tinham rixa um com outro, porque no passado Jéferson tinha esfaqueado Jackson. O autor também tinha ciúmes do irmão com sua atual mulher de 26 anos, ex-namorada de Jéferson.