20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

Itaporã: mais uma mulher é presa por tráfico de drogas

Eva Aparecida Martins de Araújo, 49 anos, a “Eva Sujeira” e Adalto Gomes Costa, 26 anos; moradores na Vila União, foram presos em flagrante pela Policia Militar de Itaporã pela prática do Tráfico de Drogas.

Após inúmeras denuncias de que no Bar da Eva na Vila União estaria ocorrendo Tráfico de Drogas a Policia Militar passou a monitorar o local. No último domingo, 04/05 por volta das 21h30quando do monitoramento os Policiais perceberam a chegada no local de R.S.M, 24 anos, que realizou um breve contato com “Eva Aparecida”, vindo esta a ir até a casa de “Adalto” retornando em seguida e entregando algo aR.S.M, sabedor que se tratava de um usuário, Policiais resolveram realizar abordagem e durante a busca pessoal foi encontrado no bolso do short de R.S.M, 05 papelotes de pasta base.

Perguntado sobre a droga R.S.M disse que seria para uso próprio e que teria adquirido de “Eva Sujeira” e que teria pago a quantia de R$ 100,00 (cem reais), de imediato os Policiais realizaram abordagem no Bar da Eva; em contato com a mesma esta veio a negar que teria vendido a droga e que após ser desmentida pelo usuário e ser flagrada com o dinheiro ora recebido acabou por confessar a venda da droga.

“Eva” disse que era apenas “correria” e que quem fornecia a droga para revender seria seu vizinho “Adalto”.

Aos Policiais “Eva” ainda disse que ficava com 40% do que era vendido, chegando a vender em um só dia mais de cem papelotes e que teme agora por sua vida visto Adalto ser de “família perigosa”.

PM de Itaporã fecha boca de fumo que era comandado por mulher

Segundo a Policia “Adalto” seria irmão de Luiz Carlos Gomes Costa, 28 anos, o “Adonai” preso pela prática do Tráfico, também em Itaporã e de Adriano Gomes Costa, 25 anos, o “Gordo” preso pela prática de dois homicídios ocorrido em Itaporã; ambos presos no PHAC em Dourados.

Adalto Gomes Costa e Eva Aparecida Martins de Araújo receberam voz de prisão e foram encaminhados a Delegacia de Policia Civil para providências.

Itaporã News