25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

DEODÁPOLIS

Mulher diz que degolou homem pela sua 'postura' em MS

Homem teria insistido em ficar com ela, o que fez com que a autora decidisse matá-lo

José Luiz Neto, de 57 anos, morto a pauladas e depois degolado na noite de sábado (13.junho), por uma jovem de 20 anos, no município sul-mato-grossense de Deodápolis, teria, segunda a autora do homicído, 'insistido' em ficar com ela, mas não chegou a ser estupro. A autora do homicídio procurou a Polícia nesta 2ªfeira e relatou que matou o homem pela  "postura dele".  

A jovem foi até a Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis e informou sobre o assassinato, alegando que matou o homem após o mesmo ter ameaçado ‘pegá-la a força’. Ela estava desabrigada e, por isso, procurou José em busca de abrigo. O homem, que era seu amigo, estava cuidando de um imóvel no centro do município que estava disponível para locação.

A mulher disse à polícia, que primeiramente agrediu a pauladas e depois com caco de vidro cortou o pescoço de José. “Ela disse que não chegou a se configurar estupro. Ele teria insistido, mas não a estuprou”, esclareceu o delegado José Guilherme Urnau Romera, responsável pelo inquérito. No entanto, a mulher não gostou da postura do homem e decidiu matá-lo.

Ela contou, que disse à José que iria ao banheiro e aproveitou para pegar um pedaço de pau. Ela golpeou a vítima destraída, que não resistiu e caiu. Em seguida, segundo a autora, ela quebrou um espelho, pegou estilhaços do vidro e usou para cortar o pescoço do homem.  

As Policias Civil e Militar de Deodápolis, juntamente com a Perícia do município de Dourados estiveram no local do crime para registrar a ocorrência.