27 de outubro de 2020
Campo Grande 28º 22º

INJÚRIA

Mulher é presa após chamar motorista de aplicativo de gordo, preto e fedido

Uma mulher de 31 anos, foi presa em flagrante por injúria racial, após chamar um motorista de aplicativo de “gordo, preto e fedido”, na noite de terça-feira (29), em Ladário, interior do Mato Grosso do Sul.

De acordo com o site Diário Corumbaense, a vítima informou que foi acionada por volta das 19h00 para atender uma corrida e ao chegar no local três passageiros entraram no carro. A mulher já entrou falando "por que vocês chamaram esse cara, ele vai roubar a gente".

O motorista ainda explicou que o preço era de acordo com o que o aplicativo gerava, mas a autora que estava visivelmente embriagada, continuou com as ofensas dizendo: "você é um gordo, preto fedido"; "está roubando a gente seu gordo babaca", segundo o site.

O motorista passou por uma viatura policial e parou para relatar o que havia acontecido. Os policiais questionaram se a autora estava bêbada e as pessoas que acompanhavam ela disseram que sim e que estavam levando ela embora pois a mesma tinha causado transtornos e desavença no bar.

Ainda de acordo com o site, já detida e dentro da viatura, no compartimento de presos, a acusada continuou descontrolada e passou a ofender também os policiais militares falando: "vocês são porcos ladrões, só sabem roubar do povo", "meu pai é da Marinha”.

Na delegacia o motorista de aplicativo novamente foi xingado pela mulher, que se referiu a ele como “gordo fedido”. Ela também chamou os policiais de "estupradores". Ao registrar o fato, a vítima foi liberada, para levar os outros dois passageiros ao destino solicitado, já que o idoso estava passando mal.

A mãe da mulher esteve na delegacia e confirmou o nome da filha, que teve que ser algemada, pois estava muito descontrolada. O caso foi registrado como injúria.