26 de outubro de 2020
Campo Grande 27º 22º

GARRAS

Mulher forjar sequestro com neta para extorquir R$ 15 mil do filho

Uma mulher de 44 anos teria simulado o próprio sequestro com sua neta de 5 meses na tentativa de extorquir o filho. O caso aconteceu em Ponta Porã, que fica a 346 km de Campo Grande.

De acordo com informações, na noite de quarta-feira (23) equipes da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros (Garras) foram para Ponta Porã após comunicado o crime. Os policiais conseguiram identificar que a mulher, supostamente vítima do sequestro, estaria mentindo.

A princípio, a mulher teria forjado o próprio sequestro e também da criança. Ela teria comprado um outro aparelho celular para se passar pelo sequestrador e tentar extorquir o filho, a autora teria exigindo R$ 59 mil para que as ‘vítimas’ fossem liberadas. Depois de negociação com o próprio filho, ela teria acertado o valor em R$ 15 mil. No entanto, o valor seria para liberar apenas a criança.

Nesta quinta  (24) quando a mulher foi buscar o dinheiro, ela acabou presa. Segundo informações, ela teria chegado ao local combinado em um táxi, foi quando os policiais do Garras fizeram a prisão. Ainda dentro do carro encontraram o celular usado por ela. O taxista revelou que ela havia deixado a criança em uma loja, com outra mulher.

Os policias encontraram a bebê com uma parente da suspeita. Mesmo após ser presa, a mulher nega que tenha armado o crime. Ela pode responder pela extorsão mediante sequestro da criança.