31 de outubro de 2020
Campo Grande 26º 18º

Operação 181 prende 11 pessoas, objetos, motos e drogas

Iniciou nesta madrugada, por volta das 4h, a Operação 181 em 12 bairros de Campo Grande para acabar com os pontos de fornecimento de drogas. Cerca de 330 policiais militares do 9º e 1º batalhão, oficiais, Batalhão de Choque, Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).

Com a ajuda do Comando de Inteligência da Capital, foram localizados através de denúncias de moradores dos bairros os locais onde haviam possíveis “bocas de fumo”. “A ajuda da população é fundamental. A identidade é mantida em segredo. Precisamos que a população nos ajude para acabar com a distribuição de entorpecente”, pediu o coronel comandante da operação Carlos David.

Foram expedidos 29 mandados de busca e apreensão, desses 11 foram localizadas, oito pessoas  na busca e apreensão e três de prisão em flagrante. Os estudos da operação começaram no mês de novembro, porém somente ontem o judiciário expediu o mandato. Entre os localizados há uma mulher grávida de cinco meses.

A polícia irá ocupar oito bairros da Capital e a missão é desestimular a prática criminosa. No mês de janeiro houve a elevação de números em casos de roubo e furto e o intuito é que esse número volte a diminuir. Para isso, 200 policiais farão o policiamento a pé e ostensivo nesses oito bairros na região do Aero Rancho, Nova Lima (Anache), Santa Emilia, Zé Pereira, Columbia, Vida Nova e São Conrado.

Para a realização dessa missão existe fases que começam nas denúncias da população, o levantamento através do Sistema de Inteligência, a ação de repreensão, a ocupação dos bairros e as ações nos próximos dias.

O coronel David lembra que atualmente Campo Grande deixou de ser considerado um corredor da passagem de drogas, vindas do Paraguai principalmente e passoiu a ser considerado interposto.

As drogas são consumidas por diversas classes sociais. Muitas pessoas ao fazer o uso acreditam que não afeta o restante da população, porém, esse usuário está contribuindo para o desencadeamento de diversas ações criminosas. ”Só sabe o problema disso quem tem uma pessoa usuária em casa e o mal que a droga causa”, lamentou o coronel.

Foram apreendidos também duas motos, uma balança de precisão, uma farda do exército, R$ 1488,00, um celular e um chip, uma televisão 40 polegadas, 300 gramas de maconha e 170 gramas de cocaína.

Tayná Biazus