25 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

DOURADOS

Operação do Gaeco prende tenente-coronel da PM e outros 6 policiais

Denominada 'Avalanche' operação é 3ª fase da Operação Oiketikus que investiga facilitação de entrada de cigarro contrabandeado no Brasil

Leia também

• Operação Vila Brasil: Gaeco cumpre mandados para investigar peculato e fraude em MS

• Prefeitura, políticos e empresários são alvos do Gaeco em MS

• Gaeco faz buscas na casa de comandante da PM em MS

Comandante da Polícia Militar em Mato Grosso do Sul, no município de Dourados, o tenente-coronel Carlos Silva, foi preso nesta manhã de 6ªfeira (15.maio) em nova fase da Operação Oiketikus, denominada ‘Avalanche’, a terceira fase comandada pelo Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco). O tenente é suspeito de facilitar entrada, no Brasil, de cigarros contrabandeados do Paraguai.   

A informação de mandado de prisão preventiva contra o tenente, foi reportada pelo site Campo Grande News, que disse que fonte na Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (Sejusp) confirmou a prisão do suspeito pelo Gaeco. O Dourados News, afirmou também, que  outros seis oficiais superiores de outras cidades também teriam sido presos preventivamente. 

Foi decretada a prisão preventiva do coronel Kleber Haddad Lane, do tenente-coronel Josafá Pereira Dominoni, tenente-coronel Erivaldo José Duarte Alves, tenente-coronel Souza Lima, tenente-coronel Wesley Freitas Araújo e o major Luiz César de Souza Herculano.

Na hierarquia da Polícia Militar, oficiais superiores são major, tenente-coronel e coronel. Aspirante, tenente e capitão são chamados oficiais subalternos. 
 
OS CARGOS 

Silva comanda o 3º BPM desde janeiro de 2015. Antes disso, chefiou a Polícia Militar em Rio Brilhante.

Coronel Kleber Haddad Lane deixou o comando do DOF e assumiu em 10 de janeiro de 2019 a Superintendência de Segurança de MS.  

Kleber Haddad Lane comandou o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) de 2017 a janeiro do ano passado, quando foi nomeado pelo governo do Estado como superintendente de Segurança Pública.

Tenente coronel Josafá Pereira Dominoni. Foto: Nova News. 

Josafá Pereira Dominoni é o atual comandante da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar em Campo Grande. 

Comandante Tenente-Coronel da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar Erivaldo José Duarte Alves. Foto: Noticidade 

Erivaldo José Duarte Alves comanda a Polícia Militar em Sidrolândia. Wesley é o comandante da PM em Naviraí e o major César comanda a Polícia Militar em Coxim.

Tenente Coronel Souza Lima. Foto: Sidrolândia News

O tenente-coronel Jidevaldo de Souza Lima é outro oficial alvo da operação de hoje a ocupar cargo na cúpula da Segurança Pública de Mato Grosso do Sul. Ex-comandante da PM em Amambai, ele foi nomeado em janeiro deste ano como chefe da 4ª Seção do Estado-Maior. 

A Operação Oiketikus, foi iniciada em maio de 2018 para desmontar o esquema envolvendo policiais civis e militares de Mato Grosso do Sul com as quadrilhas que comandam o contrabando de cigarro paraguaio na Linha Internacional.

*Com informações do Dourados News e Campo Grande News.