24 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 21º

PROCURA-SE

Paulo Cupertino usa nome falso de 'Manoel Machado da Silva' para se esconder

O empresário Paulo Cupertino Matias, de 49 anos, que matou a tiros o ator Rafael Miguel e os pais dele no ano passado em São Paulo, usa o nome falso de 'Manoel Machado da Silva' como um disfarce para se esconder. O assassino não aceitava o namoro de sua filha com o rapaz.

Depois do crime, o empresário fugiu e conseguiu dar entrada num documento de identidade falsificado que foi feito no interior do Paraná. Acusado de assassinato pela Justiça, Paulo é considerado foragido e continua sendo procurado pela polícia.

A Polícia Civil paranaense descobriu a fraude na segunda-feira (26) e alertou a polícia paulista, que investiga o homicídio e tenta prender o empresário. O assassino teria apresentado uma certidão de nascimento falsa a um funcionário público da Prefeitura de Jataizinho para conseguir um novo documento tipo RG.

O servidor foi ouvido pela polícia. Em seu depoimento, o homem disse não se lembrar de quando fez a registro e que não sabia do caso. Além do nome falsificado, Paulo alterou a filiação, dando nomes diferentes para a mãe e o pai. Ele também modificou o local de nascimento, colocando uma cidade do Mato Grosso do Sul. Na foto, ele aparece com barba branca.

*Informações do G1