01 de outubro de 2020
Campo Grande 41º 24º

PROCURA-SE

Polícia descobre estúdio de pornografia infantil

Suspeito de aliciar vítimas é procurado

Uma casa usada como estúdio para a produção de pornografia infantil foi descoberta nesta quinta-feira (13) pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. De acordo com as investigações, o material produzido era vendido para clientes do mundo todo na deep web (parte da internet acessada clandestinamente). 

Segundo o  G1, o responsável pelo local é o alemão Klaus Berno Fischer, de 73 anos, que conseguiu fugir. Na casa, havia diversos itens do universo infantil, como balanços, gangorras e balões, ao lado de objetos eróticos.

Conforme o delegado Luís Maurício Armond, responsável pelo caso, o alemão possui visto de permanência no país. “Ele tem uma agência de viagens que temos a desconfiança de que estaria envolvida nestas atividades de violência sexual, inclusive com turismo sexual”, destacou.

A Polícia Civil passou a investigar o caso após a denúncia de uma mãe. As filhas de 12 e 14 anos sofreram abusos. Ainda de acordo com as investigações, duas pessoas seriam responsáveis por aliciar os menores nas comunidades ao redor da casa. Pagamentos, roupas e presentes eram oferecidos para atrair as vítimas.

Ainda de acordo com o G1, os menores levados para o local seriam de diversas idades. Conforme o delegado, já foram identificadas vítimas de 5 a 14 anos. Porém, é possível que vítimas mais novas tenham sido abusadas