26 de novembro de 2020
Campo Grande 34º 23º

BRASILÂNDIA

Polícia investiga caso de feto achado em máquina de lavar

Se foi aborto espontâneo ou provocado

A Polícia Civil investiga se houve aborto espontâneo ou provocado no caso do feto achado dentro de uma máquina de lavar roupas, em Brasilândia, interior de Mato Grosso do Sul. Ao G1 o delegado Thiago Passos, responsável pelas investigações, disse que o feto já foi encaminhado para necrópsia e ele apontará a idade gestacional.

"Precisamos saber se o feto já nasceu com vida e, a partir daí, vamos verificar se foi um aborto espontâneo ou provocado e se houve a ajuda de uma terceira pessoa. São crimes diferentes, então precisamos aguardar o laudo pericial que ainda não temos em mãos", comentou Passos.

Conforme o delegado, a jovem ainda está hospitalizada e será ouvida em breve, assim como a mãe e a avó dela.

ENTENDA O CASO 

Uma mulher, que não terá a identidade revelada, procurou a polícia após achar um feto dentro de uma máquina de lavar roupas. O caso ocorreu há 2 dias. No depoimento, ela diz que pediu a ajuda da mãe, de 69 anos, para acionar a polícia e desconfia que a filha, de 19 anos, teria cometido aborto.

De acordo com a investigação, o bebê pode ser da jovem, já que ela estava grávida e passou mal na última sexta-feira (3.abril), sendo que permanece internada em um hospital da cidade.

Fonte: G1 MS.