20 de outubro de 2020
Campo Grande 30º 21º

BARBÁRIE

Por ciúmes, pai envenena carne e mata esposa e neném de 3 meses

O crime ocorreu em 15 de setembro e o suspeito ocultou os cadáveres

Josiele Lopes, de 36 anos, e o filho, um bebê de 3 meses de idade, foram encontrados mortos na madrugada desta 4ª-feira (23.set.2020) em Rio dos Cedros (SC), no Vale do Itajaí. Os dois estavam desaparecidos desde 15 de setembro.

Segundo o G1, o ex-companheiro da mulher e pai da criança, de 34 anos, foi preso também na madrugada, em Itapema, Litoral Norte catarinense.

Ele é o principal suspeito de ter matado a esposa e o neném, e chegou a confessar e relatar a polícia, que envenenou carne que a mulher consumiu antes de ela amamentar a criança. O crime ocorreu em 15 de setembro. Após a morte da esposa e consequentemente da criança, o homem ocultou os corpos das vítimas.  

Conforme o delegado Diogo Medeiros, a motivação alegada pelo suspeito, que manteve um relacionamento de um ano com a mulher, é a descoberta de que ela estaria em outro relacionamento amoroso.

“Ele arrumou um veneno e colocou na carne para a ex-companheira. O bebê mamou. A mãe começou a passar mal, e o ex-companheiro, a pretexto de socorrê-la, colocou os dois no carro e foi até a cidade de Rio dos Cedros e ocultou o cadáver dessas duas pessoas que já estavam mortas, provavelmente, dentro do carro”, explicou o delegado em entrevista ao Globo.

A família procurou a polícia após desconfiar que mensagens enviadas do celular da mulher no dia 15 não foram escritas por ela. Após enviar as mensagens, ela teria bloqueado os familiares no aplicativo. O filho mais velho da vítima, de 17 anos, procurou a polícia e registrou boletim de ocorrência depois de ela ser considerada desaparecida.

* Com informações do G1