04 de dezembro de 2020
Campo Grande 33º 24º

Servidora do TRT-MS e filho de 4 anos que não estava na cadeirinha morrem em acidente

A servidora pública do Tribunal Regional do Trabalho 24º Região – Campo Grande- Renata Lopez de Ávila Rodrigues, 37 anos, e o filho Gabriel Lopez de Ávila, 4, morreram em capotamento na tarde de ontem (21), na rodovia Marechal Rondon, próximo a Bauru, interior de São Paulo. As informações são do Jornal da Cidade de Bauru.

Segundo a Polícia Rodoviária, o condutor Fernando Sérgio Teixeira Rodrigues, 39, teria perdido o controle da direção. O veículo colidiu no guard rail (defensor metálico), capotou várias vezes e caiu no canteiro central da rodovia.

Fernando sofreu ferimentos leves. A esposa, Renata Lopez, chegou a ser socorrida, mas morreu a caminho do hospital. O filho do casal, Gabriel, foi arremessado a uma distância de aproximadamente 30 metros e morreu na hora. A criança não estava na cadeirinha - que é de uso obrigatório até os 7 anos. O outro filho, de 1 ano e seis meses, Leonardo Lopez de Ávila Rodrigues, estava na cadeirinha e teve ferimentos leves.

O casal de servidores públicos estava com os filhos, indo a São Paulo, onde iria encontrar outros familiares, depois partiriam para Teresópolis (RJ), onde passariam o Natal.

Quando o acidente ocorreu, um carro com outra parte da família seguia logo atrás e viu o momento em que o veículo capotou. Muito abalados, apenas o irmão de Renata conversou com à reportagem. Ele contou que seguia no carro logo atrás com a mãe, pai e avó e que até agora não conseguem entender o que possa ter ocorrido.

Segundo ele, o cunhado estaria usando o piloto automático, por conta do trajeto ser muito longo, já que teriam partido de Campo Grande.

A perícia foi acionada, e as causas do acidente serão investigadas.

Fátima do Sul